Exames

Holter

Definição e Indicações

É um método que tem a finalidade de avaliar a atividade elétrica do coração pelo período convencional de 24 horas, armazenando o eletrocardiograma em um gravador especial que o cliente transporta durante toda a realização da prova. É indicado principalmente para a detecção e caracterização de arritmias, relacionando-as a sintomas como palpitações, taquiarritmias, tonturas, síncope, dispnéia, dor torácica, etc. e até mesmo a manifestações de origem neurológica associadas ao ataque isquêmico transitório. Outras aplicações incluem avaliação de terapêutica antiarrítmica, da função de marcapassos, na monitorização de isquemia do miocárdio e avaliação pré-operatória em portadores de doença vascular periférica. Adicionalmente, obtém-se dados para a avaliação do balanço autonômico do coração, por programas específicos, que incluem a análise da variabilidade da freqüência cardíaca nas 24 horas.

Orientações Necessárias

– Não suspender medicação em uso.
– Não utilizar cremes, pomadas, bronzeadores ou substâncias oleosas sobre a pele do tórax 24 horas antes do exame.
– Recomenda-se higiene corporal (banho) o mais próximo possível do horário da colocação do gravador. Durante a realização do mesmo, não será possível a higiene corporal completa.
– Estar com blusa aberta na frente e com cinto.
– Não poderá ser realizado na presença de queimaduras na pele do tórax, especialmente as causadas por exposição ao sol, além de alergia a álcool, éter ou esparadrapo.
– Pacientes com marcapasso devem trazer o cartão de identificação com as características e informações de funcionamento.
– Não há limite de idade para a realização do exame.

Interpretação e Comentários

Os dados são obtidos pela colocação de eletrodos (quatro ou cinco) em pontos específicos na face anterior do tórax, em pele previamente preparada (tricotomia localizada se necessário e desengorduramento), para diminuição da impedância elétrica. Os mesmos são conectados a cabos ou rabichos que por sua vez transmitem os dados que serão gravados em fita cassete ou em memória digital. Por vezes, prurido/ardor são referidos inicialmente no local da colocação dos eletrodos, permanecendo a pele sensível após a retirada dos mesmos, com necessidade de hidratantes ou anti-alérgicos locais. Caso a sensação eventual de ardor ou prurido local se intensifique de modo significativo, o setor de Cardiologia deverá ser contratado para orientação. Deve-se evitar luz solar direta na pele por aproximadamente duas semanas após a retirada dos eletrodos. Após o término, o médico especialista analisa os dados em programa específico, caracterizando o ritmo cardíaco e variações durante as atividades de vigília e sono, comportamento da freqüência cardíaca, distúrbios da condução atrioventricular e intraventricular, freqüência e complexidade de arritmias, detecção de isquemia eletrocardiográfica, correlação com sinais e sintomas, variabilidade de RR, etc.